A Vida de Zack

Queremos proporcionar uma experiência de entretenimento às pessoas, bem como criar um espaço diferenciado para anunciar marcas e produtos na internet. Acreditamos que as pessoas se identificam com personagens e gostam de se aproximar deles assistindo-os, interpretando-os ou adquirindo produtos. Pretendemos unir pessoas e anunciantes a um reality show baseado num personagem digital, onde visamos construir empatia entre público e personagem, bem como marcas e personagem.

Como gostamos muito de jogos e de todas as mídias e plataformas que se conectam aos jogos, queremos criar pequenos jogos digitais que se baseiam na vida de nosso protagonista e nas marcas que ele irá anunciar.

Como

Desenvolvemos um personagem e um contexto histórico para ambientar as possibilidades de anunciantes. Transmitimos ao vivo algumas situações de vida do personagem para gerar contexto para os anunciantes. Este personagem pode interagir com o público, bem como outros aspectos da sua vida.

O personagem possui inteligência artificial que coordena suas ações dados algumas necessidades básicas como noção de dever, fome e cansaço. A noção de dever faz com o que o personagem tenha necessidade de trabalhar ou estudar; fome faz com que ele precise comer algo; e o cansaço dá ao personagem a vontade de se divertir ou descansar.

Dessa forma, as ações do personagem podem ser conectadas a anunciantes específicos. Definimos várias possibilidades de publicidade durante a transmissão ao vivo: in-stream, com anúncios aparecendo durante a transmissão; e publicidade in-site, onde os anunciantes aparecerão na plataforma web da transmissão.

Além disso, estamos desenvolvendo mini jogos digitais (advergames) que conectam os anunciantes ao contexto de vida do personagem e serão uma forma casual de divertir pessoas através da internet.

O que

  • Criamos empatia: transmitimos ao vivo a vida do personagem (reality show) e interagimos com o público;
  • Conectamos pessoas e anunciantes através de mini games (advergames) e anúncios, onde relacionamos os patrocinadores e apoiadores a algum contexto de vida de nossos personagens.

Diferencial do projeto

  • Grande alcance de pessoas nas transmissões;
  • Anúncios diferenciados de produtos e serviços;
  • Várias possibilidades e formas de anúncios;
  • Interação com a audiência.

Recursos Esperados

  • Uma inteligência artificial mínima para controlar a vida do personagem (desenvolvido, mas não testado);
  • Suporte às propagandas (Ok);
  • Interação com o público (Ok – testado com reações no Facebook);
  • Uma plataforma para streaming on-line que atenda os requisitos dos itens acima.

Imagens do projeto

MVP e Validação

Fizemos uma transmissão ao vivo com duração de 1 hora onde tivemos como objetivo:

  • Validar o apoio de anunciantes in-stream. Ou seja, publicidade dentro da transmissão. Nesse piloto tivemos a participação de 3 anunciantes.
  • Experimentar a interação com o público, fazendo com que a audiência participasse nas decisões do personagem, sugerindo alterações no seu novo apartamento. Todas as sugestões foram feitas através dos comentários do vídeo no Facebook.

Obtivemos uma notável participação do nossos seguidores e um número satisfatório de pessoas alcançadas: alcançamos mais de 1.000 pessoas em menos de 12h. Obtivemos mais de 300 visualizações no nosso vídeo no Facebook em menos de 24h.

História

Esta foi a experiência inicial: um único personagem que anda aleatoriamente dentro de seu laboratório. O vídeo a seguir mostra a primeira versão do aplicativo para plataformas PC e Android.

A ideia inicial era escrever um script NPC para um framework de jogo 2D na Unity Game Engine. Então, percebemos que este pequeno experimento teria uma possibilidade inesperada: criar um personagem não-jogador que vive como se estivesse num reality show, da mesma forma que poderia interagir com o público.

Inicialmente, enquanto ainda estávamos no processo de ideação, o projeto tinha o nome de Abram’s Life Project, ou seja, o primeiro nome que demos ao Zack foi Abram. Esta mudança de nome veio em função da iteração com o público, onde percebemos que precisaríamos de um nome mais fácil de pronunciar e referenciar. Afinal, nosso projeto é de porte nacional e em português, mas ao mesmo tempo queríamos algo de apelo mais global.

Quer saber mais?